Pesquisar este blog

domingo, 14 de agosto de 2011

Homilia de Domingo 14/08/11


Quem se salva?

No Catecismo, que aprendi de criança,
a primeira pergunta era: "Para que vivemos na terra?"
- Para conhecer, amar e servir a Deus e
assim SALVAR a nossa "alma"...

A Liturgia desse domingo nos oferece a oportunidade de refletir
sobre o tema da SALVAÇÃO. Quem se salva?

As leituras mostram o UNIVERSALISMO da Salvação de Deus

Na 1ª Leitura, vemos que Deus não exclui ninguém da Salvação.
Dia virá em que os "estrangeiros", residentes na Palestina, que honram a Deus
e praticam seus mandamentos, serão acompanhados até o templo do Senhor.
"A Casa do Senhor será uma casa de oração para todos os povos". (Is 56,6-7)

Para os judeus, que se julgavam os únicos destinatários da salvação,
foi uma tremenda novidade.
Essa afirmação nos lembra também que Deus nos convida
a acolher e amar todas as pessoas, mesmo "os diferentes" de nós.
Pois verdadeiro crente é todo aquele que acolhe
com um coração agradecido os dons de Deus e a graça da Salvação.

Na Leitura, Paulo vê o anúncio aos gentios como uma extensão
ao anúncio prioritário aos judeus. (Rm 11, 13-15.29-32)
Paulo lembra com tristeza que Israel, apesar de ser o Povo eleito de Deus
e o Povo da Aliança, recusou a Salvação que Jesus veio oferecer.
Mas a misericórdia de Deus não abandona nenhum de seus filhos
e fica sempre esperando uma resposta positiva às suas propostas.

No Evangelho, Jesus exalta a fé de uma mulher Cananéia,
considerada pagã pelos judeus. A fé não tem fronteiras. (Mt 15, 21-28)

- A mulher procura o Cristo e inicia com ele um comovente DIÁLOGO:
apresenta-lhe a maior preocupação de sua vida: a saúde da filha.
- Jesus permanece em silêncio, aparentemente insensível aos apelos da mulher...
- Os apóstolos, impacientes, insistem para que resolva o problema:
ou cure de uma vez, ou então mande embora...
- Cristo declara com sinceridade e firmeza sua posição:
"Fui enviado só para as ovelhas perdidas de Israel..."
- Mas ela insiste nesse diálogo que parece IMPOSSÍVEL...
"Senhor, vem em meu socorro..."
- E Cristo lhe dirige uma afirmação dura:
"Não é bom tomar o pão da mesa dos filhos e lançá-los aos cães..."
- E ela não se ofende, pelo contrário, com HUMILDADE prossegue:
"Sim, Senhor, mas também os cães comem as migalhas
que caem da mesa de seus donos..."
- No final, Jesus conclui: "Ó mulher, grande é tua FÉ; seja feito como queres".
E desde esse momento sua filha ficou curada...
= É um dos trechos mais comoventes do evangelho...
- Impressiona-nos a grande fé e humildade dessa mulher.
- Surpreende-nos também a forma aparentemente dura com que Jesus a trata.

+ Como entender esta atitude do mestre, que sempre procurou mostrar
em gestos concretos o amor e a misericórdia de Deus pelos homens?
- Foi um modo de desaprovar os preconceitos judaicos contra os pagãos e
mostrar em terra estrangeira o belo exemplo de fé dessa mulher pagã,
que também merecia fazer parte do Povo de Deus.

+ ESSE EPISÓDIO NOS REVELA TRÊS VERDADES:

1. A SALVAÇÃO é Universal, "católica" :
É oferecida para todos os que têm o coração aberto aos dons de Deus,
independente de raça, nação, cultura, sexo ou classe social.

2. CRISTÃO é quem aceita a oferta de salvação de Cristo,
quem acolhe o seu Reino, adere a Jesus e ao Evangelho.
O importante não é pertencer a um povo ou a certa classe de privilegiados.
O que vale é a FÉ (entendida como adesão a Jesus e à sua proposta de salvação).

3. A IGREJA é um instrumento privilegiado de salvação deixado por Cristo.
Mas, "graças a Cristo e à sua Igreja, podem conseguir a Salvação eterna,
todos os que, sem culpa, ignoram o Evangelho de Cristo e a sua Igreja,
mas procuram sinceramente a Deus, e, sob a influência da graça, se esforçam por cumprir a vontade dele, conhecida por meio da consciência". (CCIC 171)
No Evangelho de hoje, Cristo em terra estrangeira
elogia a fé de uma mulher pagã (cananéia).

+ O QUE ESSA MULHER CANANÉIA NOS DIZ, HOJE?

- No "Dia dos Pais", que hoje celebramos?
Muitos pais também andam angustiados pela situação de seus filhos.
Ela nos mostra um caminho para superar os problemas:
- Grande AMOR para com a filha;
- DIÁLOGO humilde e perseverante com Cristo.
Pelo Amor autêntico e pelo Diálogo humilde e perseverante, os pais também encontrarão um caminho seguro para superar todas as dificuldades...

- Na "Semana da Família", que hoje iniciamos?
Quando o DIÁLOGO parece impossível, o único caminho a seguir
é Amor, Humildade e Perseverança.
Feliz da família que cultiva a fé.
Abençoados os pais que assumem a missão de educar na fé.

Rezemos para que todas as nossas famílias possam ser a família que Deus quer...
Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa- 14.08.2011

Nenhum comentário:

Postagens populares