Pesquisar este blog

Instagram

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Papa no Líbano: reveja as mensagens de Bento XVI no país


Jéssica Marçal
Da Redação


Arquivo/Reuters
O Papa Bento XVI durante celebração eucarística no Líbano neste domingo, 16, seu último dia de visita ao país
O Papa Bento XVI já está de volta a Roma depois de suaviagem apostólica ao Líbano neste fim de semana, 14 a 16 de setembro. Além de mensagens de paz levadas pelo Pontífice não só para o Líbano, mas para todo o Oriente Médio, a visita foi marcada pela entrega da Exortação Apostólica pós-sinodalEcclesia in Medio Oriente.

Em seu discurso na chegada ao Líbano na sexta-feira, 14, o Papa disse que foi ao país como “peregrino de paz, como amigo de Deus e como amigo dos homens”. Após a chegada, o primeiro compromisso de Bento XVI foi uma visita à Basílica de São Paulo, em Harissa, onde assinou a Exortação Apostólica pós-sinodal.

Na ocasião, o Papa destacou que a exortação visa a um verdadeiro diálogo inter-religioso, fundado na fé no Deus Uno e Criador. Tendo em vista a aplicação frutuosa do documento, o Pontífice convidou todos a não terem medo, permanecerem na verdade e cultivarem a pureza da fé.

No segundo dia de visita, sábado, 15, o Papa participou de uma Missa privada logo pela manhã. Depois fez uma visita de cortesia ao presidente da república e encontrou-se com o presidente do parlamento, com o presidente do Conselho dos Ministros e com os chefes das comunidades religiosas muçulmanas.

Ainda no sábado, Bento XVI reuniu-se com autoridades civis e religiosas e representantes do mundo da cultura do Líbano. A todos os presentes, o Papa destacou a importância de se defender a vida para alcançar a paz.

No final do dia, às 18h (horário local), o Papa encontrou-se com os jovens. Ele falou sobre os anseios e expectativas da juventude que, segundo ele, ocupa um lugar privilegiado no coração da Igreja. O Pontífice fez um apelo para que os jovens assumam o papel de protagonistas do futuro. “A Igreja precisa do vosso entusiasmo e criatividade", ressaltou.

Em seu último dia de visita ao país, Bento XVI presidiu a celebração eucarística. Na homilia, o Papa destacou que só aquele que aceita o caminho de Cristo e vive em comunhão com Ele e na comunidade é que conhece a verdadeira identidade de Cristo.  Ele lembrou ainda aos fiéis que a vocação da Igreja e do cristão é servir gratuitamente a todos e sem distinção, como o fez o próprio Senhor.

Em seguida, Bento XVI recitou o Angelus e entregou a Exortação Apostólica. O Santo Padre disse esperar que o documento possa ser um guia para avançar nos caminhos por onde Cristo precede.

Após a celebração, Bento XVI almoçou com a Comitiva Papal, despediu-se da Nunciatura Apostólica em Harissa e participou de um encontro ecumênico na sala de honra do Patriarcado Sírio-Católico de Charfet.

Na cerimônia de despedida, realizada no Aeroporto Internacional de Beirute, o Santo Padre agradeceu às autoridades civis e religiosas pela acolhida e, de modo particular ao povo libanês, que demonstrou grande entusiasmo por sua visita e o deixou com o desejo de voltar.

Ao se despedir dos fiéis, Bento XVI disse que reza a Deus pelo Líbano, para que o país viva em paz e que resista com coragem a tudo o que possa destruí-la ou ameaçá-la.

Nenhum comentário:

Compartilhe



Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...