Pesquisar este blog

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Após encontro com voluntários da JMJ, Papa despede-se do Panamá

Francisco agradeceu aos voluntários que trabalharam para a realização da JMJ e deixou a eles mensagem de encorajamento

Da Redação Canção Nova
Após dias de atividades e encontros com os jovens na Jornada Mundial da Juventude 2019, o Papa Francisco despediu-se do Panamá neste domingo, 27. O avião com a comitiva papal partiu do aeroporto internacional do Panamá por volta de 21h30 (horário de Brasília), depois de uma breve cerimônia de despedida.
Antes da partida, o último compromisso de Francisco foi o encontro com os voluntários da JMJ. Jovens que não só durante esses dias, de 22 a 27 de janeiro, mas desde muito tempo trabalharam nos preparativos para a realização deste grande evento, que reuniu jovens de vários países do mundo.
Três desses jovens fizeram um breve discurso ao Papa, manifestando o que foi para eles essa experiência de voluntariado e participação na JMJ e agradecendo a Francisco por sua presença, por seu encorajamento à juventude.
O arcebispo do Panamá, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, também apresentou uma breve mensagem, agradecendo ao Papa pelo seu exemplo e assegurando as orações pelo Pontífice. “Conte com a oração desta juventude”, disse.
Papa Francisco agradeceu pelo testemunho dos três jovens, disse que para ele foi muito importante ouvir a experiência deles. Ele pontuou que os voluntários viveram também momentos difíceis, sacrifícios, fraquezas, mas felizmente isso não interferiu na dedicação deles. Então, deixou o agradecimento pela disponibilidade e atenção nos mínimos detalhes, pelo compromisso assumido, sendo que poderiam ter se ocupado de outras coisas.
O Santo Padre exortou os jovens a não pararem diante das dificuldades da vida, mas a seguirem em frente sempre, não ficar caídos, mas levantar e seguir adiante, pois Deus sabe perdoar todas as coisas.
Agora é o momento do envio, disse o Papa, encorajando os jovens a testemunhar e transmitir o que viram e ouviram. Isso não se faz com muitas palavras, ressaltou, mas com gestos cotidianos que transformam e fazem novas todas as coisas.
Assim como fez na Jornada de Cracóvia, Francisco disse que não sabe se estará na próxima edição do evento, em 2022, em Lisboa, Portugal. Mas assegurou que Pedro, com certeza, estará. Deixando sua benção aos jovens, concluiu o discurso com seu já tradicional pedido: “Não se esqueçam de rezar por mim!”.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...